Categories
Filosofia Teologia

A importância da metafísica

O programa do curso de filosofia jesuíta, fortemente ancorado no pensamento aristotélico, estruturava-se em várias etapas. Nos primeiros níveis, os alunos obtinham uma sólida formação inicial em filosofia e lógica como preparação para o estudo da metafísica.

No painel de azulejos, a figura de Mercúrio, com suas asas talares e caduceu, representa a sabedoria da metafísica (Genius Metaphisicus). A ideia provavelmente foi inspirada na figura do oitavo emblema de Andrea Alciato, onde uma estátua da divindade indica o caminho certo para os viajantes. Os versos latinos também falam de dúvidas e encruzilhadas e, no painel, dois senhores pedem instruções a um mendigo de muletas.

No seu comentário sobre o emblema de Alciato, o estudioso espanhol Diego López explica que Mercúrio simbolizava os verdadeiros intérpretes das palavras divinas, como bispos, médicos e confessores, que nos ensinam o caminho correto para a saúde e a vida eterna.

Qua Dii vocant eundum. Emblemi di Andrea Alciato, 1626
Qua Dii vocant eundum. Emblemi di Andrea Alciato, 1626. Fotografia © Getty Research Institute.

Outra versão desse emblema, com a mesma divindade a apontar o caminho da salvação, foi impressa na Imago Primi Saeculi Societatis Iesu, que elogia orgulhosamente a importância dos Exercitia Spiritualia de Inácio de Loyola como um guia útil para a escolha da vocação religiosa.

Nos azulejos, a ideia também ganha um segundo nível de sentido com o acréscimo de um verso das Metamorfoses de Ovídio: Inter utrumque volat [Voa entre ambos]. Com essas palavras, o pai de Ícaro o aconselha a seguir o caminho do meio. Na sua jornada, Ícaro deveria evitar as ondas do mar, assim como a proximidade do calor do sol que poderia derreter suas asas e precipitar a queda.

Libellus exercitiorum dux certissimus ad eligendum vitae statum. Imago Primi Saeculi Societatis Iesu
Libellus exercitiorum dux certissimus ad eligendum vitae statum. Imago Primi Saeculi Societatis Iesu, 1640. Fotografia © Getty Research Institute.

Mais precisamente ligado à filosofia, o caminho do meio de Ícaro refere-se ao termo médio que relaciona duas premissas em um silogismo, a pedra angular da lógica aristotélica, que se considera a melhor maneira de estabelecer a verdade ou a falsidade de um argumento.

Resolver dúvidas e estabelecer a verdade, nos assuntos relacionados aos princípios universais e imutáveis, era considerada a principal tarefa da filosofia metafísica, e por essa razão a filosofia mais próxima do conhecimento divino.

BIBLIOGRAFIA ESSENCIAL

BOLLAND, Johannes; TOLLENAERE, Jean de; HOSSCHE, Sidronius de; WALLE, Jacques van de & FRUYTIERS, Philip. Imago Primi Saeculi Societatis Iesu: a prouincia Flandro-Belgica eiusdem Societatis repraesentata. Antuérpia: Balthasaris Moreti, 1640.

MENDEIROS, José Filipe. Os azulejos da Universidade de Évora. Tiles of the University of Evora. Évora: Universidade de Évora, 2002.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s